Categorias

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Direto do túnel do tempo!

AHHHHH A dança! WOOOOW A Dança do Ventre!

Sem querer desmerecer as outras formas de dança, mas esta em especial mudou minha vida, e para  muito melhor.

Através dela superei muitos complexos, como: "ah me acho muito feia", "que saco, minhas pernas são uns cambitinhos...rs parecendo maçariquinho na beira da praia", ou aqueles pensamentos de inferioridade tipicamente femininos, sempre olhando as outras mulheres que participavam comigo na sala de aula, aprendendo Dança do Ventre, como sendo mais bonitas, mais mulherões, mais corpo violão.... MiMiMi...

O que tenho a dizer depois de 11 anos pois, foi em 2001 que tive contato com a Dança do Ventre, é: Que bom, que ótimo que ela existe.

Meninas, se alguma de voces está pensando em entrar em forma mas não querem pegar pesos na academia, nem ficar andando na esteira sem sair do lugar e, ainda de quebra ter contato com outras culturas, outras pessoas, e o mais importante: TER CONTATO CONSIGO MESMA. Se joga no mundo dos ritmos, dos shimies, dos oitos, dos redondos, dos tremidos.

Esta foto me lembra muita coisa boa mesmo! Foi tirada em 2002, quando terminamos o Nível Intermediário, aí estão reunidas 2 turmas, as do Nível Intermediário e as meninas sentadas a frente, que eram juvenis, estavam iniciando... Mundo de sonhos,...

Das quais eu lembro os nomes são: Divani, Monalisa, Edissandra, Cristiane, as outras infelizmente eu não lembro o nome mesmo, pois eram de outra turma, que nesta confraternização nossa professora reuniu.

O nome da criatura que nos trouxe este mundo encantado é, Serina Raruá, ou simplesmente Nilza seu nome verdadeiro, infelizmente não tenho mais notícias dela, só sei dizer que ela era de Goiânia e passou uma breve temporada em nossa Palmas.

Tenho que citar, é lógico, Sônia Cristina e Ana Célia, que é minha irmã, e Luani que neste dia não participou das apresentações, nós resolvemos aprender Dança do Ventre para melhorar nossa postura em palco, melhorar nossa desenvultura pois, já tínhamos um grupo amador de dança o Grupo Folclórico Paracantins, o qual escreverei muito em breve em outra postagem.

Bom, meu povo, por enquanto é isso aí. Não sou tão boa nas palavras, muito embora seja uma tagarela ou bocão da Royal como diz minha amiga Fernanda ;)

Fico por aqui, e por último deixo uma pergunta para as minhas queridas que possivelmente venham me visitar aqui no meu cantinho. Quem está afim de voltar a sacodir os quadris? ;) Eu estou voltando, rs, ainda que solitária.

Abraços Fraternos.








4 comentários:

  1. Parabéns, por está voltando, sei o quanto a dança te faz feliz.
    Beijos e um ótimo recomeço.
    Alcione.

    ResponderExcluir
  2. Aaaaah, a dança do ventre!
    Me transformou por dentro e por fora.

    É sim apaixonante! Tem como querer parar de dançar? Acho que não! :)


    Beijos!

    ResponderExcluir

Caminho, Verdade e Vida

Caminho, Verdade e Vida
Nossa Luz

Música Oriental